quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

9 Meses sem minha estrelinha

Ester meu amor, hoje faz 9 meses que você partiu meu amor, nove meses meu amor uma gestação de saudade e dor, Vazio e solidão, a tristeza de não te ter aqui é enorme, penso todos os dias em você de como estaria aqui crescendo em nosso meio nos dando alegria... Más o que nos resta nesses nove meses foi amor...Saudade infinita saudade que sufoca e transborda nos olhos derrama pela alma afora deixando este vazio enorme e profundo, 9 meses meu anjinho que meu coração partiu ao meio e vive dividido entre o céu e a terra sem você aqui meu anjinho minha vida...Ester meu tesourinho mamãe continua te amando...Mais  e mais ainda a cada dia... a cada amanhecer meu amor se multiplicará para com você... Hoje mamãe não  deseja nada somente força, força por estarmos tão longe uma da outra...Força por não te ter aqui ao meu lado nos meus braços força meu anjo..Me ajude a ter força interceda pela mamãe pelo papai junto ao papai do céu para que ele nos ajude a te ter no coração sem sentir dor, beijos meu amor minha vida sei que esta bem ai em cima rodeada de amor e carinho...Mais estaria melhor se você estivesse ao meu lado...amo-te infinitamente amo-te...

Te Amo Te Amo  Te Amo  Te Amo  Te Amo Te Amo   Te Amo  Te Amo  Te Amo Te Amo  Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te 
Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo Te Amo 

quarta-feira, 9 de janeiro de 2013

Uma última lágrima

Uma última lágrima

"A vida me ensinou...
A dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração;
Sorrir às pessoas que não gostam de mim,
Para mostrá-las que sou diferente do que elas pensam;
Fazer de conta que tudo está bem quando isso não é verdade, para que eu possa acreditar que tudo vai mudar;
Calar-me para ouvir; aprender com meus erros.
Afinal eu posso ser sempre melhor.
A lutar contra as injustiças; sorrir quando o que mais desejo é gritar todas as minhas dores para o mundo.
A ser forte quando os que amo estão com problemas;
Ser carinhoso com todos que precisam do meu carinho;
Ouvir a todos que só precisam desabafar;
Amar aos que me machucam ou querem fazer de mim depósito de suas frustrações e desafetos;
Perdoar incondicionalmente, pois já precisei desse perdão;
Amar incondicionalmente, pois também preciso desse amor;
A alegrar a quem precisa;
A pedir perdão;
A sonhar acordado;
A acordar para a realidade (sempre que fosse necessário);
A aproveitar cada instante de felicidade;
A chorar de saudade sem vergonha de demonstrar;
Me ensinou a ter olhos para "ver e ouvir estrelas",
embora nem sempre consiga entendê-las;
A ver o encanto do pôr-do-sol;
A sentir a dor do adeus e do que se acaba, sempre lutando para preservar tudo o que é importante para a felicidade do meu ser;
A abrir minhas janelas para o amor;
A não temer o futuro;
Me ensinou e está me ensinando a aproveitar o presente,
como um presente que da vida recebi, e usá-lo como um diamante que eu mesmo tenha que lapidar, lhe dando forma da maneira que eu escolher."
Charles Chaplin

Saudade






Quando a saudade nos joga no passado, abrindo feridas antigas e nos prende a respiração, riscando um traçado tão forte que é impossível deixar de sentir, esquecer o gosto amargo do que foi e já não é, e este nos engole sem resistência.
Quando a saudade nos assalta o pensamento e cava um buraco no peito, lá no mais fundo de nós, ficando um vazio sem medida, um nó na garganta  que nos amarra a voz e nos rouba a vontade de voltar a sonhar.
Quando a saudade é tão grande que não cabe mais no peito, preenchendo todo o espaço do corpo e se esvai em lágrimas silenciosas, que dilaceram o coração não sobrando espaço para mais nenhuma forma de sentir.
Quando a saudade deseja o que não é possível ter, quando se transforma em declínio dos dias que passam sem que possamos agarra-los mais, deixando vagarosamente passar o futuro, sem travão, sem freio, sem condução certa, como um barco, de velas rasgadas, à deriva no mar que se perdeu no meio da tempestade
Quando a saudade bate e não conseguimos nos livrar dela…

                                                        DESCONHEÇO  AUTOR

ESTER EU TE AMO ETERNAMENTE

Sinto saudades...

glitters