quinta-feira, 22 de maio de 2014

ENTREVISTA.

    • Entrevista cedida para uma universitária para ajudar profissionais que atendem mães em luto e a importância do blog neste processo.
    • Se por ventura alguma mãe quiser ajudar pode entrar em contato comigo que lhes apresentarei a mesma para entrevistá'-la, a entrevista deve ser feita por face inbox ou vídeo. 
    • A IDENTIDADE DA ENTREVISTADORA FOI PRESERVADA A FIM DE PRESERVAR SUA IMAGEM.

    • Entrevistadora.
  • Conte-me sobre você.
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Sou Curitibana tenho 28 anos e uma filha de 11 anos a qual tive em minha adolescência após 5 anos me casei com meu esposo Jeferson e estamos casados a 6 anos sempre desejamos ter nossos filhos.Atualmente sou dona de casa e estudante pretendo cursar ciências da computação.
    • Entrevistadora.
    Há quanto tempo você. perdeu seu(sua) (s) )filho(a)(s)??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    a primeira bebe eu perdi a 4 anos e a Segunda bebe a 2 anos
    • Entrevistadora.
    Conte-me como foi ou é seu relacionamento com seu filho(a)(s)..
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A com minhas bebes eu não tive relacionamento de convivência e com minha filha após a segunda perda dificultou muito eu a esqueci por um tempo e isto a afastou muito de mim, lembro-me que quando cheguei em casa ela me empurrou e perguntou o que eu havia feito com sua irmã, levei um choque e passei a evitar ela.
    • Entrevistadora.
    que idade tinham suas filhas??
    entendi...
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Julia que perdi em 2010 eu estava com 21 semanas de gestação e Ester a qual perdi em 2012 eu estava com 33 semanas de gestação.
    • Entrevistadora.
    Conte-me como foi a morte de suas filhas..
    td ok por ai??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A primeira filha eu estava de 21 semanas de gestação, fui a uma consulta de rotina e o Dr não conseguiu ouvir seus batimentos, ele disse ser normal e eu vim pra casa com muita dor na manha seguinte tive sangramento e procurei uma maternidade a qual constatou que minha bebe estava em óbito, tive um parto normal, e sai daquela maternidade arrasada desejando nunca mais passar por isto a sensação de sair com braços e colo vazios são dilacerantes.
    • Entrevistadora.
    e a segunda??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Após 2 anos resolvi que gostaria de ser mãe novamente decidimos eu e meu marido tentarmos novamente já que nosso sonho era ter nossos filhos frutos de nosso casamento e somar com os que já tínhamos engravidei novamente em setembro de 2011 passei a cuidar do meu pré natal com calma e assim fomos indo com 5 meses descobri ser outra menina e não cabia de felicidade, quando com 30 semanas comecei a inchar urinar muito pouco e dores de cabeça, quando com 32 semanas procurei uma maternidade e a médica me informou que eu estava com minha pressão muito alta para uma gestante 14/8 ela resolveu me internar e com exames descobriu que eu estava com quadro de Pré eclampsia Grave , estava com meus figados parando,rins pulmões coagulo sanguino e minha bebe estava com sofrimento fetal agudo baixo peso, precisávamos de UTI para mim e minha filha mais não haviam vagas fiquei com este quadro dias até que ao realizar uma ultra minha filha estava tendo parada cardíaca dentro de mim, fizeram uma cesária de emergência na qual ela não resistiu.
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    foi muito doloroso perder Julia com 21 semanas, mas perder Ester pronta para vir ao mundo formada foi muito mais
    • Entrevistadora.
    como vc se sentiu?? como foi esta experiência??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Me senti acabada perder um bebe dói imagine perder duas bebes na segunda tudo estava pronto carrinho,berço roupas tudo eu me lembro de passar mais 18 dias no hospital pois meu estado emocional era horrível o que fazia eu ter picos de 24/19 de pressão eu nao queria mais voltar para casa eu não podia encarar aquela sensação novamente de sair daquele hospital mas uma vez de braços e colo vazio, como encarar amigos,filha,esposo família mas uma vez me senti inútil fracassada. Lembro-me de pedir para ver Ester quando voltei da anestesia e ela era perfeita assim com eu havia imaginado e pedido a Deus perdi perdão a beijei e me desculpei por falhar como mãe na missão de trazer ela ao mundo. A roupinha que eu comprei com amor para tirar ela da maternidade foi usada para enterrar ela e isso eu nunca vou esquecer.
    • Entrevistadora.
    vc está bem?? está confortada na entrevista?? posso continuar??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    sim pode sim lagrimas rolam mais eu preciso, preciso contar...
    • Entrevistadora.
    sim, também penso dessa forma.. quando vc precisar de tempo me avisa..
    Conte-me como foram os primeiros dias e semanas após as suas perdas
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A foram terríveis eu me lembro de procurar respostas desesperadas para ambas as perdas, más a segunda meu Deus eu achava que iria enlouquecer havia fotos de Ester 6 fotos e eu as olhava dia e noite eu colocava uma de seu rosto ao lado no travesseiro e imaginava ser ela ali cobria a foto envolvia em meu braço... Tomava banho de horas soluçando perguntando a Deus Porque? Eu novamente? Horas e horas choro imaginava Ester com frio no tumulo, minha vida havia acabado, minha vontade era morrer e pensei muito tirar a vida, o que me fez mudar minha ideia é que sou cristã e acredito que suicidas não iram ao céu e como ia encontrar minhas filhas...
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Odiava bebes e mulheres gravidas
    • Entrevistadora.
    compreendo..
    Quais foram as principais fontes de apoio que você recebeu??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Primeiro meu esposo ele me ajudou muito ele me ergueu, segundo minha família e amigos e terceiro amigas que passavam pela mesma dor na internet.
    • Entrevistadora.
    Agora definitivamente falaremos sobre o blog...Quanto tempo após a(s) perda(s) você criou o blog??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    O blog de uma amiga chamada Natacha que havia perdido um bebe exatamente como eu eu encontrei pela pesquisa de Pré eclampsia foi quando vi que havia outro blog de minha amiga Thyara que também havia perdido sua bebe e vi que este blog poderia me ajudar resolvi fazer o meu também

    • Entrevistadora.
    O que fez você decidir sobre a criação do blog??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A forma como elas podiam e conseguiam falar do assunto

    • Entrevistadora.
    Conte-me sobre a experiência de ter um blog..
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Ali ninguém ia ver o processo pelo qual passei para escrever meus desabafos eu podia chorrar na frente daquele computador gritar de dor a cada palavra digitada mais só o veriam pronto leriam e quem quisesse choraria comigo, através deste blog vieram mais amigas na dor e na perda e através dele comecei a me erguer novamente.
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    e através dele fiz outro projeto Sonhos Adiados ao qual hj tenho mais de 38 mil curtidas são mães e pais que sofrem com o luto. O blog foi um divisor de águas no meu luto

    • Entrevistadora.
    Vc tinha ou tem expectativas em relação ao blog??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Não eu não me importava se teria 1 visualização duas um seguidor ou dois eu só queria ter alguém com quem conversar que não me olhasse torto ou branco quando eu fosse falar de minhas filhas ele era meu amigo invisível.
    • Entrevistadora.
    entendi?? e hoje vc tem expectativas??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Não hoje tenho mais de 68 mil curtidas e ele continua sendo meu ponto de partida quando me sinto mal com muita dor e saudade corro escrever, assim como no nosso luto o blog transparece muito isso por que ali você vê a frequência de posts eram um dois três por dia hoje eu já posto uma vez por semana acalmou muito minha necessidade de expor minha dor, mais expectativas em relação a ele hoje é só que ele ajudes mais mães que ainda vão passar por esta dor.

    • Entrevistadora.
    O projeto Sonhos Adiados é uma pagina no Face, não é isso?? Porque você acredita que o blog foi um divisor de aguas em seu luto??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Sim Sonhos Adiados é no facebook quem entra em meu blog logo visualiza a pagina do face os dois caminham juntos.
    Foi sim por que como eu disse ele deixou eu expor meu luto sem perguntar por que chorava novamente, sem me pedir para parar de chorar esquecer minhas filhas ele foi meu confidente meu amigo através dele ajudei e fui ajudada por muitas mães e pais em luto .
    • Entrevistadora.
    Há quanto tempo você posta em seu blog? Quando você faz atualizações e como seleciona os conteúdos a serem postados??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A 2 anos desde que perdi minha segunda filha, faço atualizações semanais e seleciono o conteúdo
    conforme crio frases poemas e incentivo a superação de luto
    • Entrevistadora.
    Conte-me momentos importantes vividos em função do blog...

  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Nossa foram tantos primeiro as amizades que fiz lindas e solidas, me ajudaram a levantar, segundo uma mãe que iria cometer suicídio e através de uma postagem minha ela resolveu se erguer dar uma chance para vida. Foram tantos inumeráveis,
    • Entrevistadora.
    vc já utilizava a internet antes do blog?? de que outras maneiras você utiliza a internet??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Sim facebook,orkut sempre fui amante de computador internet acho maravilhoso.
    • Entrevistadora.
    Você segue outros blogs?/ Quem é a audiência do seu blog?? Como são as interações por meio do blog??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    sim sigo qualquer blog que eu encontre relacionado ao luto. São pessoas em geral em luto mais ah algumas que apenas se sensibilizam com minha história.
    nao entendi a ultima pergunta
    • Entrevistadora.
    Como vc interage.. por exemplo ferramenta comentários, bate-papo, ou então contatos telefônicos, presenciais etc..
    entendeu??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A sim, a interação por bate papo e pouca mais são pelo face já que ali tem uma interação com meu face no blog
    • Entrevistadora.
    e outras ferramentas??
    De que maneira a internet em geral foi importante na sua experiência? Por que?
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Comentários são muitos mais hj menos
    • Entrevistadora.
    De que maneira a internet em geral foi importante na sua experiência? Por que?
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A internet ajudou de maneira geral em meu luto podia falar abertamente do meu luto encontrei pessoas no mesmo processo foi crucial.
    • Entrevistadora.
    Como você avalia os resultados desta experiência de ter um blog sobre a sua perda??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    O blog foi meu maior amigo, eu nunca tive a mesma liberdade no face por exemplo por que cada vez que eu postava no face alguém me julgava ou ligava para meu marido pra saber como eu estava. Então no blog podia viver meu luto mais intimamente.

    • Entrevistadora.
    compreendo...
    Você se considera hoje uma pessoa diferente de antes de ter tido experiências de perda e de ter tido um blog sobre o assunto?? Se sim, em que aspectos você acha que mudou??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Nossa muito me considero muito diferente, hoje eu acredito que devemos viver para nos agradar não aceito que ninguém me julgue por nada que eu faço, não e qualquer coisa que me abate me tornei mais forte. Sou mais aberta em falar no assunto, ja consigo tocar no assunto em me desesperar e sair correndo, me relaciono melhor com as pessoas ja que por muito tempo me afastei da sociedade.
    • Entrevistadora.
    Vc consegue dizer pra mim qual a diferença entre expressar o luto no blog e no face??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    Sim no blogue são mais mães por que são as que mais fazem este tipo de blog. Ja no face são diversas formas de luto, pais,mães,tios,irmãos,primos,avós namorados namoradas o alcance de publico é bem maior.
    • Entrevistadora.
    mais alguma diferença??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    A acessibilidade ali é bem maior no face mais que no blog.
    • Entrevistadora.
    ok.. e quanto a liberdade de expressão??
  • Suelen Soares L
    Suelen Soares L
    No Blog é bem maior o face qualquer coisa que você diga ou pense pode ser mal interpretado e bloqueado pelo face,o que não é ruim mais no blog isso não existe quem não concorda ou não gosta só se restringe a comentar podendo eu aceitar ou não. Acho neste aspecto o blog melhor.



ESTER EU TE AMO ETERNAMENTE

Sinto saudades...

glitters